sexta-feira, 16 de outubro de 2009

O tempo passa muito rápido, né?

Oi Pessoal,
Tudo bem?
Meu aniversário está chegando... não sei como acontece com vocês, mas comigo essa época pré aniversário sempre me deixa mais reflexiva. Parece que o tempo para e passamos a reavaliar as coisas que são realmente importantes para nós. 
Vocês já notaram que as vezes estamos tão envolvidas na vida cotidiana que nem paramos para perceber como o tempo passa rápido. Meus filhos estão enormes e parece que foi ontem que tínhamos vindo para cá com eles bebês. A SCRAPeria nem existia e hoje já está quase fazendo 4 anos... Não conhecia ninguém é hoje já posso dizer que, sim, tenho amigos em Curitiba. 
Ou seja... o tempo passa rápido, mas tão rápido que as vezes a gente nem consegue avaliar, mas ao mesmo tempo só ele nos pode nos trazer coisas maravilhosas como experiências, amizades novas e maturidade, é claro.
Por isso queria perguntar a vocês... vocês param para pensar nessas mudanças de nossas vidas e como elas evoluem? com que frequência? e vocês já retraram essas transformações em uma página de scrap? Responde vai...
Bem... mudando de assunto tenho dois recados pra vocês: o primeiro é que a festa de Natal foi desmarcada para semana que vem, na quinta-feira, tá? e o segundo é que no domingo acontecerá a primeira edição do Fashion Kids Curitiba, e tenho o prazer de ser uma das patrocinadoras desse super evento. Faremos atividades para as crianças o dia inteirinho. Vai ser bem legal!
Beijos a todos,
Lu

10 comentários:

ME disse...

Lu querida, nem me fale em tempo que eu choro... tenho 4 filhos e nenhum mais quer saber de colo, fico angustiada com isso pois essa coisa de preparar os filhos pro mundo não é pra mim qualquer hora conversamos sobre isso se não vou passar o dia escrevendo pois é um assunto que não sai da minha cabeça, o tempo. Parabéns pelos trabalhos, não é a toa que as pessoas te invejam, trabalhos lindos, loja linda e uma dona maravilhosa. Agora que passou a correria da feira vou passar aqui mais vezes para ver as novidades.
Adorei as dicas da cri cut, porém não consigo cortar chip. Também comprei o scal e não tenho senha.
Testei no modo gratuito. Sei que a senha a ser usada é a que vem no cd do design studio, se vc tem pode usar que é a mesma. Eu joguei fora por isso não consigo usar nem um nem outro, tente depois vc me conta. afff que comentario grande
beijos

Anne Sereguetti disse...

Lu querida!
Saudades!
Poxa,eu sempre sempre sempre paro pra pensar em tudo que acontece na minha vida.Acho o máximo colocar isso nas páginas,porém, meu tempo anda tão curto que só me limito a pensar e escrever.Quem sabe um dia monto um álbum com esses "pensamentos".
Meu aniver tá chegando também,momento de muita reflexão e acumulo de energias para o próximo ano.
Beijo grande

Aline Fonseca disse...

Oi, Lu...
Ultimamente tenho pensado muito nisso e me preocupa. Não me sinto com a idade que já tenho, parece que este corpo não me pertence mais! Além disso parece uma corrida contra o tempo agora, tudo passa depressa demais! Não casei e não tive meus filhos, que era meu maior sonho, por isso a cada ano que passa começo a ficar um bocado triste... assim como já ficava em época de Natal e Ano Novo...enfim... cest la vie!
Mil beijossssssssssssssssssssssssss

Carina disse...

Eu sempre passo por esse momento de refexão próximo aos meus nivers e a festas de finais de ano e cristãs. Muito bom avaliar o quanto crescemos, e quanto ainda queremos melhorar. Eu nunca coloquei isso numa página, mas estou numa onda "eu" que vou usar essa idéia.Adoroooo
Acho que para transformar isso em Scrap, eu usaria um LO duplo com muito journaling e uma fotografia que remetesse algo bom que vivi, ou que fui vitoriosa por alguma conquista.
beijocas á breve aniversariante, festa é tia Lu?

Pri Colnaghi disse...

Olá Lú!!
Nossa... seu post de hoje caiu como uma luva!! Eu também estou na minha fase instrospectiva e de muitas reflexões... será que é porque o meu níver também está pertinho?? :o)
Além da fase pré-níver, estou num momento de mudanças que me fazem pensar mais ainda no tempo, e em como ele passa rápido.
Nunca fiz uma página de scrap sobre estes momentos... mas tá aí uma ótima idéia. Já tenho até a foto em mente!!
Beijos, e bom final de semana a todas!

Ateliê e Oficina Scrapbook disse...

Lu eu sempre busco dentro de mim essa reflexão por que a cada dia passamos por esta tranformação de mudanças o tempo inteiro. Bem fazer um LO até que é bem interessante. Desejo a você que continue sendo esta pessoa de um brilho unico.Parabéns!!!!!!!!!

anaandretta disse...

Oi Lu...sim, muitas reflexões, muitas dúvidas, muitas respostas não alcançadas, parece que estamos fazendo balanços ne? É pré aniversário mesmo. Te confesso que fico meio melancólica, enfim. Já já passa.
Ainda bem que o lançamento de natal ficou pra semana q vem, poderei ir. E parabéns pelo teu maravilhoooooso trabalho, em todas as áreas q vc coloca as mãos. Bjs carinhosos
Ana Andretta

AS PAULINAS disse...

Eu vivo pensando nesse tal de tempo.
Esses dias já estava na cama lendo e olhando “de rabo de olho” pra minha filha na sala, dançando o Xuxa SPB 3 e comecei a pensar...
Será que daqui alguns anos eu vou me lembrar desse momento? Das coisas espertas que ela fala, das manhas, das risadas...
Minha mãe já não está mais entre nós e eu adoraria ouvi-la contando histórias de como eu era qdo tinha os 5 aninhos que a Maria tem hoje.
Como o “tempo a Deus pertence” e morro de medo de não estar perto dela pra contar como ela era linda e sapeca na infância, resolvi começar um álbum novo pra ela, com muito journaling. Uma espécie de “Diário de momentos bem especiais” pra que ela saiba sua história com muito e muitos detalhes, contados pela mamãe coruja aqui!!! Agora só falta conseguir ir a Curitiba e fazer uma visitinha a loja de vcs pra comprar todo o material, né?

Mariliz

Camila Borssoi disse...

Oi Lu, realmente o tempo passa, tem coisas que passam junto e nós ficamos nostalgicas lembrando delas, mas também tem coisas que melhoram, ficamos mais maduras e sábias. Nunca retratei isso em página de scrap, mas é uma boa idéia... Com bastante journaling como disse a Carina. Beijos e adoro minha visita quinzenal a loja.

Anônimo disse...

Oi Lu

Fica aí uma idéia para um próximo evento: um álbum com tudo aquilo que queremos que nossos filhos saibam, tudo o que eles viveram e não vão conseguir se lembrar sozinhos, e detalhes da nossa vida que se nós não escrevermos vão morrer junto com a gente um dia. Eu perdi meus pais meio de repente, e cedo, então sempre fico pensando nas fotos que não tenho, nas histórias que só sei pela metade...Ou então nas fotos que tenho deles, mas não sei onde estão ou quem está com eles, ou o que estavam comemorando. Pode parecer meio triste, mas estas memórias são o que permitem que eles continuem vivendo e ainda façam parte da nossa família.

Beijos

Maria Helena Loyola